A valorização do funcionário é uma estratégia que toda empresa deve adotar a fim de melhorar a qualidade do seu serviço ou produto, além de aumentar a produtividade e tornar o local de trabalho mais humanizado. A maneira mais utilizada para fazê-lo é por meio do aumento salarial. Entretanto, essa não é a única alternativa para valorizar os colaboradores.

Dessa forma, para esclarecer o assunto falaremos sobre a importância da valorização do funcionário da empresa, estratégias de reconhecimento que você pode adotar e, por fim, a importância de conhecer seus colaboradores para aplicar os métodos citados. Continue a leitura deste texto e confira nossas informações!

Entenda a importância da valorização do seu funcionário

A história humana é sucedida por constantes experiências que envolvem acertos, erros e aprendizados. Desde que começamos a conviver em sociedade, o trabalho tem sido utilizado como meio para alcançar resultados práticos para as nossas necessidades. No começo dos tempos, o trabalho era meramente de subsistência, em que os aldeões se dividiam na responsabilidade de coletar frutos, organizar a plantação e cuidar da pecuária com a criação de cabras, ou mesmo com a caça de animais silvestres.

Conforme a sociedade foi evoluindo, o comércio passou a ganhar grande destaque. Nessa conjectura, os negócios privados tiveram papel importante para tornar o negócio viável. Assim como o modo de produção foi evoluindo, a mão de obra também seguiu o mesmo caminho. Inicialmente, o trabalho era forçado, dividindo-se entre escravidão (mundo antigo e período colonial) e servidão (idade média). Nesse cenário, o trabalhador é totalmente subserviente, infeliz e improdutivo.

Com o avançar dos anos e com a consolidação de direitos, permitidos a partir de revoluções que ocorreram em países como EUA, França e Inglaterra, o trabalhador passa a ser dono de si e da sua força de trabalho, sendo livre para vendê-la para adquirir a sua renda. Nesse momento, a produtividade do trabalhador assalariado já era maior do que a de um escravo ou de um servo, entretanto, longas jornadas de trabalho, além de tornar o serviço desumano, afetava a produtividade.

Com o aprimoramento das técnicas laborais e a consolidação dos direitos trabalhistas, medidas para valorizar o funcionário, como folgas, descanso, jornada limite de trabalho, entre outras aumentaram a produtividade, pois um trabalhador feliz produz mais e com maior qualidade.

Além dessas medidas, o aumento salarial é constantemente apontado como instrumento de valorização. Outras medidas podem ser adotadas sem, necessariamente, aumentar os custos com salários. Apresentaremos as estratégias de forma aprofundada no tópico seguinte.

Conheça estratégias para valorizar o profissional sem aumentar o salário

Agora falaremos sobre as principais estratégias que o empregador ou gestor pode adotar para valorizar o funcionário sem precisar aumentar o salário. Destacamos, portanto, o home office, cursos, materiais de desenvolvimento e Job Rotation.

Home office

O home office é uma medida cada vez mais presente no trabalho, nos mais variados ramos. Essa alternativa tornou-se viável a partir do amadurecimento tecnológico que nossa sociedade tem atravessado nos últimos anos. Equipamentos mais potentes, internet com maior velocidade e softwares contribuíram para que essa solução se tornasse viável. A questão é tão atual que a própria reforma trabalhista, não de 2016, regulamentou essa atividade.

Ela pode ser trabalhada esporadicamente, de acordo com a necessidade das partes envolvidas — patrão e funcionário. Essa prática garante boa produtividade, desde que seja mantida certa disciplina. Entre em um acordo com os colaboradores e analise a possibilidade de implementar o home office.

engajamentoPowered by Rock Convert

Cursos

Outra forma de valorizar o funcionário da empresa é por meio de cursos de qualificação e técnicas de aprendizagem. Esses cursos devem ser escolhidos de acordo com a necessidade da empresa e do colaborador, aumentando o conhecimento técnico do funcionário e se tornando um bom negócio para ambos os envolvidos — patrões e colaboradores.

Essa alternativa também é eficaz para fidelizar o funcionário e construir um profissional de excelência, uma vez que estes são escassos no mercado e costumam exigir grande barganha para entrar em uma empresa.

Materiais de desenvolvimento

Além de ofertar curso, você pode oferecer materiais de desenvolvimento para os seus colaboradores. Entre esses materiais destacam-se as cartilhas, livros, palestras e tudo que possa levar o profissional a uma reflexão e a uma identificação sobre de que forma ele pode ser mais produtivo e o que ele deve fazer para crescer profissionalmente.

Projetos estratégicos

Inserir os funcionários em projetos estratégicos no qual eles se identificam é uma ótima maneira de valorizá-los, o que o torna mais engajado, dedicado, aumenta a sua produtividade e viabiliza a construção de novas soluções para o ambiente de trabalho.

Como falamos, é necessário identificar os perfis de cada colaborador, guiando-os para áreas afins. Caso haja dúvida, outra possibilidade é fazer a rotação dos funcionários dentro dos projetos estratégicos, auxiliando-os a descobrir as suas próprias potencialidades.

Job Rotation

Job Rotation é uma estratégia que diversas empresas utilizam para otimizar o aprendizado dos funcionários dentro da empresa. Nessa estratégia, os colaboradores fazem uma espécie de rodízio dentro das áreas da organização, a fim de conhecer todos os procedimentos e especificidades de cada ramo, além de ajudá-lo a identificar seus talentos, pontos a serem melhorados, estimular a inovação e criatividade.

Entre as principais vantagens do Job Rotation podemos apontar que essa estratégia é de fundamental importância para a formação de profissionais completos, que sabem lidar com a pressão do ambiente de trabalho e agir com rapidez durante as tomadas de decisões sob pressão.

Outra vantagem que podemos ressaltar é que com essas estratégias, os treinamentos específicos passam a ser opcionais, pois o colaborador conhece a empresa durante o seu expediente, aprendendo sobre todos os procedimentos praticados e executando as tarefas adequadamente.

Veja a importância de conhecer bem os seus colaboradores

Além de saber o nome, cumprimentar, entre outras regras de etiqueta básica, é fundamental que você conheça os anseios dos seus profissionais, assim como suas necessidades, fraquezas e potencialidades, para que o processo de valorização seja feito de forma completa.

Sendo assim, a valorização do funcionário deve ser uma estratégia prioritária na empresa, pois com isso o seu negócio pode colher bons frutos, ajudando a construir melhores colaboradores e aumentando a produtividade da organização.

Agora que você já sabe como valorizar o seu funcionário sem aumentar o salário, que tal assinar a nossa newsletter e receber mais informações na sua caixa de entrada?

Powered by Rock Convert