Com a constante evolução no mundo dos negócios e as exigências cada vez maiores com relação ao desempenho dos funcionários, o burnout se tornou a doença mais comum entre os profissionais ativos no mundo. Para conter esse aumento as empresas estão investindo no crowdsourcing para evitar burnout e elevar a produtividade, o bem-estar e o engajamento dos talentos.

Quando citamos o Brasil, onde a crise se estende desde 2014, percebemos que a cada demissão sem reposição, os empregados que permanecem ficam sobrecarregados e, muitas vezes, com a responsabilidade de cumprir as metas, trabalhando por duas ou mais pessoas, aumentando o percentual de doenças no ambiente de trabalho.

Neste texto vamos apresentar como o crowdsourcing pode mudar o cenário das organizações e, com isso, reduzir consideravelmente o índice de burnout nas empresas. Continue a leitura e aprenda esse método!

Entenda o que é crowdsourcing

O Crowdsourcing é um modelo de captação e interpretação da sabedoria coletiva para a criação de uma solução inalcançável por um indivíduo isoladamente. Utilizado para captar as opiniões de diversas pessoas ao mesmo tempo, identificar e resolver problemas, alterar estratégias, políticas e cultura dentro das organizações.

Com as mudanças no mundo corporativo e a valorização crescente dos talentos, deixar que somente a liderança tome decisões estratégicas pode sobrecarregar o time gerencial.

A adoção do processo de crowdsourcing impacta na relação de transparência e confiança entre a empresa e os funcionários, pois gera o sentimento de pertencimento, impactando diretamente na participação dos talentos com novas ideias e opiniões, fortalecendo o vínculo e retendo os melhores profissionais.

Além disso, esse método interfere diretamente no clima organizacional, pois o empregado sabe da importância que seu ponto de vista tem para a empresa, motivando sua rotina diária e o relacionamento entre seus pares, líderes e demais equipes.

Entenda o impacto do burnout

Em contrapartida, o burnout aparece como a grande epidemia do mundo moderno, no qual as pessoas se sobrecarregam física, mental e emocionalmente devido ao excesso de trabalho e tensões diárias.

Em determinado momento o profissional perde o controle da situação e fica impossibilitado de exercer suas atividades devido ao esgotamento causado pelo estresse, pressão, metas da organização e a necessidade pessoal de ser um profissional bem-sucedido.

Quando a empresa não se preocupa com o bem-estar dos colaboradores acontece uma reação em cadeia nociva à organização, pois aumentam as taxas de absenteísmo, os atestados médicos com diferentes tipos de doenças e as faltas sem justificativa.

Esses indícios mostram que a empresa está doente e o RH precisará se esforçar ainda mais para encontrar a causa e amenizar as consequências por negligenciar os sinais apresentados.

Portanto, a prevenção é sempre a melhor estratégia para evitar o burnout no ambiente corporativo.

Fique por dentro de como utilizar o crowdsourcing para evitar burnout

O RH e os líderes das grandes empresas, mesmo com todos os recursos disponíveis, nem sempre conseguem ter um contato direto com os profissionais, devido à quantidade de colaboradores, filiais e a rotina do dia a dia.

O monitoramento dos talentos geralmente é feito por meio de cartão de ponto ou no sistema ERP, onde está o cadastro do registro profissional, mas esse acompanhamento virtual não é suficiente para saber como está a rotina do trabalhador e como ele se sente em seu ambiente de trabalho.

Escute e selecione as melhores ideias com crowdsourcingPowered by Rock Convert

Muitas vezes a liderança só percebe que algo está errado psicologicamente ou emocionalmente quando a equipe não atinge as metas ou há um índice crescente de atestados médicos.

Alguns outros fatores interferem diretamente para o aparecimento do burnout:

  • falta de contato com outras pessoas;
  • estresse;
  • aumento da pressão no ambiente externo e interno;
  • insegurança no meio corporativo;
  • redução na qualidade de vida das pessoas.

Não existe uma avaliação simples capaz de captar os sentimentos dos funcionários, portanto, outras estratégias devem ser utilizadas para visualizar os sinais que eles emitem.

É para isso que o crowdsourcing funciona, em vez de a empresa realizar pesquisas de clima anuais, onde as percepções dos funcionários são medidas uma única vez, avalia mensalmente, quinzenalmente ou até semanalmente como está o sentimento de cada um em relação à companhia.

A empresa pode verificar sua taxa de engajamento com apenas 1 pergunta: “Você recomendaria nossa instituição?” Por meio dela será possível perceber se algo está errado naquela semana, buscar a causa e interferir diretamente na resolução do problema.

Para a organização que deseja elevar a qualidade de vida pessoal e profissional de seus empregados e eliminar o burnout, conhecer cada colaborador e sua opinião sobre diversos assuntos referentes à organização é o início de uma etapa saudável de renovação de processos.

Entenda o papel da tecnologia como aliada

O crowdsourcing aliado à tecnologia é uma estratégia capaz de identificar onde o burnout começa e mudar o cenário das organizações.

A Waggl Brasil oferece uma arquitetura de feedback criada a partir do estudo da cultura organizacional, fornecendo aos clientes as pesquisas mais precisas de acordo com a necessidade da empresa, ou seja, que tipos de perguntas serão utilizadas, para quem, em que áreas e com que frequência.

Além disso, será feito um mapeamento das alternativas para ouvir os funcionários de forma que o efeito não seja contrário. Até que toda a arquitetura esteja de acordo, serão feitos pilotos até que seja construído o projeto mais adequado.

Existem muitos motivos que justificam a adesão da empresa à arquitetura da escuta:

  • criar uma nova cultura organizacional a partir de alterações ocorridas internamente (entrada de uma nova diretoria, por exemplo);
  • haverá uma fusão entre empresas e todos os empregados serão afetados;
  • melhorar a experiência dos funcionários;
  • criar um planejamento estratégico.

crowdsourcing produzido pela Waggl é diferente dos questionários tradicionais, nele o funcionário responde às questões e posteriormente, sua idéia ou opinião, é votada pelos outros participantes.

A partir das votações, as idéias ou opiniões são ranqueadas, apresentando as idéias em ordem de votos. Demonstrando a opinião e o desejo da maioria de forma imparcial, transparente e simples.

A partir desse ranking, é gerado uma taxonomia de palavras com as categorias mais importantes de todas as respostas obtidas.

A tecnologia aliada ao crowdsourcing para evitar burnout é uma estratégia que otimiza os resultados da organização e impulsiona os talentos para a alta performance, para uma vida saudável, para o engajamento, para se sentirem mais seguros, confiantes e capazes de oferecerem o melhor à empresa sem se prejudicarem.

Se sua empresa deseja melhorar a marca empregadora e a qualidade de vida dos profissionais ouvindo o que eles têm a dizer, entre em contato com a Waggl Brasil, desenvolvemos a arquitetura de escuta perfeita para o seu negócio!

Powered by Rock Convert